quinta-feira, junho 02, 2011

Psicologia e Cirurgia da Obesidade

O tratamento da obesidade mórbida é um processo que não inclui apenas a Cirurgia da Obesidade. É um tratamento que deve ser acompanhado por uma mudança no jeito de viver.

Todas as pessoas que chegam a um estado de obesidade mórbida possuem um estilo de vida que colaborou para essa condição. Se esse estilo de vida não for modificado, apesar da ajuda da Cirurgia, pode ser que não se alcance um emagrecimento significativo, duradouro e com qualidade de vida.

Mas modificar o jeito de viver nem sempre é fácil.

A psique é normalmente encarada como algo abstrato e intangível, que funciona de uma forma diferente do resto do nosso organismo. Mas isso não é verdade. A psique faz parte do nosso organismo e funciona exatamente como todo o resto. Assim como o corpo, a psique possui uma estrutura e nela há um equilíbrio. Essa estrutura funciona de um determinado modo, por diversos fatores, e mesmo que cause dificuldades na nossa interação com o mundo ela está em equilíbrio. 

Transformar significa mexer em um sistema que, até agora, estava acostumado a se equilibrar de uma determinada forma e por isso, causa desconforto. O desconforto sentido nos momentos de mudança acontece porque a psique está em um período de transição e durante essa readaptação ao novo jeito de funcionar, ela perde os seus referenciais. Transformar-se implica em abandonar costumes antigos e desenvolver novos potenciais. E é isso que acontece durante o processo da Cirurgia da Obesidade.

Após a Cirurgia, a psique deverá acompanhar a mudança do corpo e precisará se reajustar a essa nova realidade. Nesse momento, o paciente precisará utilizar novos mecanismos, ainda desconhecidos, para se adaptar. E é nesse momento que a Psicologia entra para ajudar.

A Psicologia pode ajudar a compreender como uma pessoa funciona. Através do exercício da reflexão e de um olhar treinado para observar aspectos desconhecidos da nossa personalidade, conseguimos nos dar conta de como e por que funcionamos de determinada maneira. Sabendo quem somos, conseguimos nos transformar com mais facilidade. O reequilíbrio após a Cirurgia é um processo importante que deve ser feito sob supervisão para que o novo sistema criado seja um sistema saudável, que não utilize hábitos prejudiciais ao organismo.

Alguém que realiza um processo de reflexão a respeito de si mesmo e de como a vida vai funcionar antes de realizar a Cirurgia, tende a passar por esse processo de mudança de um forma mais tranquila, pois já possui indicações do caminho que irá percorrer. Após a Cirurgia, se necessário, o paciente também pode ser acompanhado pela psicóloga em um trabalho focado no auxílio da transformação da personalidade. 

Todo momento de mudança pode e deve ser encarado como uma oportunidade para crescer.

Um comentário:

Annie disse...

Oi linda! Te encontrei nos blogs!
Eu operei dia 22/2 e estou com 101 dias de operada, meu emagrecimento está lento, com o plato de 18 dias... fazer o que! Mais to feliz!
Não consigo seguir porque está louco o meu login... quando voltar ao normal eu sigo tá!
Quando quiser faz uma visitinha! Um bjo, Annie!